quinta-feira, 17 de junho de 2010

CFESS na Conferência Mundial de Serviço Social, em Hong Kong

Conceito mundial da profissão será definido. Conselho Federal tem posição crítica


Reprodução do site da Conferência

Começa no próximo dia 10 de junho, em Hong Kong, a 20ª Conferência Mundial de Serviço Social. O evento que é bienal, além levantar temas relevantes à profissão como desigualdade social, justiça social, distribuição da riqueza e direitos humanos, vai debater a definição mundial sobre Serviço Social: atuação, princípios, objetivos, valores e aspirações da profissão. "Vamos discutir a construção de uma agenda para assistentes sociais para os próximos 10 anos, assim como a direção que a Federação Internacional de Trabalhadores Sociais seguirá (FITS)", afirmou o presidente da entidade, David N. Jones.

A expectativa é que cerca de 2 mil pessoas, entre assistentes sociais e representantes de entidades internacionais, participem da Conferência, que vai até o dia 14 de junho.

O CFESS já está no continente asiático para defender sua posição sobre o significado internacional da profissão, considerado um dos principais momentos da Conferência. Desde o dia 08/06, a presidente do Conselho Federal e integrante do Comitê Executivo da FITS, Ivanete Boschetti, e a vice-presidente Sâmbara de Paula Ribeiro, participam das reuniões da Federação com representantes de vários países.

Histórico do debate
Já há alguns anos, o CFESS integra os espaços de discussões sobre a profissão em nível internacional. Na Conferência Mundial do ano de 2000, o Conselho Federal foi contrário à aprovação da atual definição de Serviço Social no âmbito da FITS, por entender, naquele momento, que era muito difícil contemplar em um conceito mundial as diferentes (e muitas vezes divergentes) perspectivas teórico-metodológicas existentes.

Em 2008 foi constituído um grupo de trabalho na Federação Internacional para discutir e elaborar uma nova proposta de definição. O professor José Paulo Netto, renomado no Serviço Social brasileiro, foi inclusive indicado para representar os países da América Latina e Caribe. Contudo o GT nunca se reuniu.

Agora, o CFESS está na Conferência em Hong Kong para defender uma posição com uma visão mais crítica sobre a definição do Serviço Social, sintonizada com o projeto ético-político profissional brasileiro.

Para isso, foi elaborado um documento nas versões inglês e espanhol com a definição proposta pelo CFESS para ser distribuído e discutido na Conferência Mundial.

"O/a assistente social ou trabalhador/a social atua no âmbito das relações sociais, junto a indivíduos, grupos, famílias, comunidade e movimentos sociais, desenvolvendo ações que fortaleçam sua autonomia, participação e exercício de cidadania, com vistas à mudança nas suas condições de vida. Os princípios de defesa dos direitos humanos e justiça social são elementos fundamentais para o trabalho social (ou Serviço Social), com vistas à superação da desigualdade social e de situações de violência, opressão, pobreza, fome e desemprego", defende o Conselho Federal no documento.

Segundo a presidente do CFESS, Ivanete Boschetti, a atual definição da FITS está distante dos fundamentos teóricos, éticos e metodológicos que orientam o Serviço Social brasileiro. "Defendemos um Serviço Social comprometido com a construção de uma nova sociabilidade e não uma profissão que tenha por objetivo a integração social no capitalismo", reforça Ivanete.

Por esse motivo, o CFESS defende a revisão da atual definição de Serviço Social no âmbito da FITS. "A nossa perspectiva de direitos humanos não se confunde com a perspectiva burguesa e reivindica a igualdade de condições e a emancipação humana, o que implica romper com a desigualdade e lutar pela socialização da riqueza. A luta por direitos é uma mediação para a construção de uma nova sociedade, e não um fim em si mesmo", salienta a presidente.

O documento, além de apresentar a definição de Serviço Social proposta pelo CFESS, aborda os valores, os fundamentos teóricos e a prática do/a assistente social brasileiro/a.


Reprodução do documento que será distribuído pelo CFESS
com o posicionamento sobre o conceito mundial de Serviço Social


Mais sobre o evento
De acordo com o site da FITS, pela primeira vez a Conferência está sendo organizada pelas três principais entidades mundiais de Serviço Social: Associação Internacional de Escolas de Serviço Social (IASSW), Conselho Internacional de Bem-Estar Social (ICSW) e a própria Federação.

O grande nome esperado para o evento é Sha Zukang, Subsecretário-geral para Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas. Ele vai abordar os últimos avanços (e também retrocessos) que dizem respeito ao Desenvolvimento do Milênio (ODM), além de falar sobre o papel crucial do Serviço Social e de assistentes sociais no sentido de aproximar a política global à atuação dos/as profissionais no âmbito regional. A programação completa está disponível no site da FITS.

Leia a definição proposta pelo CFESS

Veja as versões em inglês e espanhol, distribuídas na Conferência

Veja a programação do evento

Conheça a FITS

Nenhum comentário:

Postar um comentário