quarta-feira, 28 de julho de 2010

54% dos adultos são contra proibição de palmada

A maioria dos brasileiros já apanhou dos pais, já bateu nos filhos e é contra o projeto de lei do governo federal que proíbe palmada, beliscões e castigos físicos em crianças

do clipping da Andi

Pesquisa do Instituto Datafolha aponta que a maioria dos brasileiros é contra o projeto de lei do governo federal que proíbe palmadas, beliscões e castigos físicos em crianças. Segundo o estudo, a maioria das pessoas já apanhou dos pais e já bateu nos filhos. Dos 10.905 entrevistados, 54% disseram ser contra o projeto de lei. Outros 36% revelaram ser favoráveis à proposta. De acordo com o levantamento, os meninos apanham mais que as meninas, enquanto as mães batem mais nos filhos que os pais. Entre as mães, 69% admitiram ter dado algum tipo de castigo físico em seus filhos, contra 44% dos pais. Entre os homens, 74% disseram já ter apanhado dos pais, contra 69% das mulheres. No total, 72% dos brasileiros sofreram algum tipo de castigo físico, sendo que 16% disseram que costumavam apanhar sempre.

Bom Senso – Segundo presidente em exercício da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) da Seccional Roraima, Stélio Dener, a utilidade da Lei da Palmada seria apenas para detalhar as proibições já previstas em outras legislações, tal como o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Segundo ele, o Código Civil garante aos pais o direito e o dever de educar os seus filhos com bom senso.

Fonte: A notícia foi publicada nos principais jornais do País – 26/07/2010

Confira aqui a íntegra dos resultados da pesquisa, publicados no site do Datafolha

Nenhum comentário:

Postar um comentário