terça-feira, 31 de maio de 2011

31 de Maio é Dia Mundial de Combate ao Fumo

31/05/2011
Fonte: Farmanguinhos
Por Aline Silva de Souza, com modificações por Vinicius Damazio 



Você sabia que uma simples tragada em um cigarro pode danificar o DNA de uma pessoa e desencadear câncer e doenças cardíacas?  Agora, imagine os danos que o cigarro faz em uma pessoa que pratica esse ato durante vários anos da sua vida. O resultado, com certeza não será satisfatório. Câncer, diminuição dos batimentos cardíacos, doença pulmonar obstrutiva, dependência química, angina e infarto são algumas das conseqüências que pessoas fumantes estão suscetíveis a desenvolver.
Hoje, 31 de maio, é celebrado o Dia Mundial Sem Tabaco e o Instituto Nacional do Câncer (INCA) promoverá ações que objetivam informar sobre os riscos do cigarro e orientar aqueles que desejam largar o vício.
O tema de abordagem escolhido pelo INCA, este ano, será a Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco (CQCT), da Organização Mundial da Saúde (OMS). O CQCT é um tratado internacional, assinado por 172 países, que utiliza recursos jurídicos, visando à redução do tabagismo nos países.  Segundo a chefe da Divisão de Controle de Tabagismo do INCA, Valéria Cunha de Oliveira, o principal objetivo da CQCT é estabelecer políticas de controle quanto ao uso do tabaco, buscando preservar as próximas gerações dos danos que o seu uso possa causar nas questões sanitárias, sociais, ambientais e econômicas: “Este tratado representa a única forma de salvar vidas contra a epidemia mundial do tabagismo. Seu objetivo é a proteção de gerações presentes e futuras das devastadoras conseqüências geradas pelo consumo e pela exposição à fumaça do tabaco”.
Segundo Valéria, o tema escolhido é primordial para despertar os países quanto à importância em adotar medidas que modifiquem suas ações e cumpram com as políticas estabelecidas no tratado: “A escolha desse tema  objetiva alertar aos países que assinaram a Convenção  Quadro sobre a importância de implementar integralmente as medidas propostas. Além disso, visa  estimular aos governos que não ratificaram a assinar a CQCT,  assim como informar a população para que possa incentivar e ajudar os governos a cumprir com essa obrigação, tornando  público o verdadeiro compromisso desse tratado para o controle do tabaco mundialmente” ressaltou.
Em se tratando do Brasil, mesmo tendo obtido avanços em relação ao combate do tabaco, ela acredita que ainda existam grandes desafios para conseguir os resultados esperados: “O Brasil já avançou muito para o controle do tabaco e já comemora essas conquistas coma redução da prevalência de fumantes. No entanto, existem desafios para o controle do tabaco para cumprimento da CQCT, como por exemplo, promover a atualização da Lei Federal 9294/96 com proibição total de fumar em recintos coletivos públicos, ampliar a rede de tratamento no SUS, a manutenção das advertências sanitárias nos produtos do tabaco, total proibição de propaganda e publicidade dos cigarros e afins nos pontos de vendas, aumento do preço dos cigarros, estimular a cultura economicamente viáveis para fumicultores, entre outros”.

Dependência e Danos
Os sintomas físicos e psicológicos causados pela droga, no organismo do usuário, dificultam na luta contra o vício. Entre eles estão: maior clareza de pensamentos, maior atenção e capacidade de concentração, aumento da memória, diminuição da irritabilidade e da agressividade, relaxamento da musculatura e redução do apetite.
Segundo a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS, 2002), no Brasil, 17,2% da população é fumante (o equivalente a 24,6 milhões de pessoas) e cerca de duzentas mil morrem todo ano decorrentes do tabagismo. No mundo, esses números são ainda mais assustadores, a Organização Mundial de Saúde estima que um terço da população mundial adulta, ou seja, 1 bilhão e 200 milhões de pessoas sejam fumantes. O total de mortes anuais são de 5 milhões, o equivalente a 10 mil mortes por dia. A OMS alerta para esse número. Caso as tendências não se modifiquem e não sejam adotadas medidas preventivas, o número de mortes anuais chegará a 10 milhões até o ano 2030.
Entretanto, a preocupação não se limita apenas aos fumantes ativos.  Pessoas expostas à fumaça do cigarro (fumantes passivos) também sofrem as conseqüências. Seguindo a mesma linha de mortes anuais no mundo inteiro, o número de pessoas que morrem por inalar a fumaça liberada pelo cigarro chega a 600 mil.
Campanhas anti-fumo
Mesmo a força de vontade sendo o fator primordial para abandono do vício, muitas pesquisas apontaram a importância de um acompanhamento realizado por profissionais para que essa prática seja bem sucedida. Além das campanhas anti-fumo, o Ministério da Saúde (MS) junto com INCA, disponibilizam uma central de atendimento telefônico que auxilia os usuários a se desprender do hábito de fumar.
O site do Instituto também disponibiliza um guia de autoajuda. Os interessados em saber mais sobre o assunto podem acessar o site do INCA (http://www1.inca.gov.br/tabagismo/) ou entrar em contato pelo Disque Saúde-Pare de Fumar, através do telefone 0800 61 1997 (ligação gratuita).
Porque não fumar
* A vida de uma pessoa que fuma 15 cigarros por dia é reduzida, em média, 5 anos.
*Uma pessoa que fuma um maço de cigarros por dia tem probabilidade 20 vezes maior de desenvolver câncer de pulmão do que uma pessoa que não fuma
*Uma pessoa que fuma tem o dobro de chance de vir a ter doenças cardiovasculares do que uma pessoa que não fuma.
*O fumante tem 7 vezes mais chances de desenvolver úlceras e câncer de estômago que os não-fumantes.
*Maiores riscos e maior dificuldade na recuperação após intervenções cirúrgicas
*Mau hálito e impregnação de roupas, cabelo, objetos e ambiente doméstico pelo cheiro do cigarro.
*Além disso, o dinheiro gasto anualmente com exames, internações e medicamentos decorrentes de doenças do fumo é suficiente para construir quinze hospitais.
Composição do cigarro:
Nicotina. Causa o vício;
Benzopireno. Substância que facilita a combustão existente no papel que envolve o fumo;
Nitrosaminas;
Substâncias radioativas;
Agrotóxicos. Como o DDT;
Solventes. Como o benzeno;
Metais pesados. Como chumbo e o cádmio. Um cigarro contém de 1 a 2 mg, concentrando-se no fígado, rins e pulmões, tendo meia-vida de 10 a 30 anos, o que leva a perda de capacidade ventilatória dos pulmões, além de causar dispnéia, enfisema, fibrose pulmonar, hipertensão, câncer nos pulmões, próstata, rins e estômago;
Níquel e arsênico. Armazenam-se no fígado e rins, coração, pulmões, ossos e dentes, resultando em gangrena dos pés, causando danos ao miocárdio etc;
Cianeto hidrogenado;
Amônia. Utilizado em limpadores de banheiro;
Formol. Componente de cadáver;
Monóxido de carbono. É o mesmo gás que sai dos escapamentos de automóveis, e como tem mais afinidade com a hemoglobina do sangue do que o próprio oxigênio, toma o lugar do oxigênio, deixando o corpo do fumante - ativo ou passivo - totalmente intoxicado;
E mais de 4.700 substâncias com cerca de 700 cancerígenas.
Os benefícios imediatos de quem para de fumar
20 minutos: a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal
2 horas: não tem mais nicotina circulando no sangue
8 horas: o nível de oxigênio no sangue se normaliza
2 dias: o paladar ganha sensibilidade novamente

3 semanas: a respiração fica mais fácil e a circulação sanguínea melhora
5 a 10 anos: o risco de sofrer infarto passa a ser igual ao de quem nunca fumou

Membro do MPRJ é eleito presidente da ABRAMPA para o período 2011/2013

O Promotor de Justiça do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro Sávio Renato Bittencourt Soares Silva foi eleito, nesta segunda-feira (30/05), Presidente da Associação Brasileira do Ministério Público de Meio Ambiente (ABRAMPA) – gestão 2011/2013 - durante encontro do Instituto O Direito por Um Planeta Verde, em São Paulo, englobando os 15º Congresso Internacional, 16º Congresso Brasileiro e 6º Congresso de Estudantes.

“A chapa única apresentada é fruto de grande consenso nacional e demonstração de maturidade política dos Membros do Ministério Público de Meio Ambiente, que não se dividiram neste momento delicado em que a legislação ambiental é violentamente atacada no Congresso Nacional”, afirmou Sávio Renato Bittencourt, que é Coordenador de Integração e Articulação Institucional do MPRJ. O Promotor disse ainda que o carro-chefe de sua administração será a criação da Escola Superior do Ministério Público de Meio Ambiente: “A Escola vai sistematizar a produção intelectual dos colegas e implementar a realização de cursos e seminários”.

Sávio Bittencourt sucederá o Procurador de Justiça Jarbas Soares Junior, que permanecia como Presidente após segunda reeleição, em junho de 2009.

A ABRAMPA foi fundada em junho de 1997 aglutinando ideais de um grupo de Promotores de Justiça que no fim dos anos 80 e início dos anos 90 começou a gestar a criação de um instrumento que pudesse congregar os participantes do novo Ministério Público na área do Meio Ambiente.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

PROGRAMAÇÃO DO III EPMARX

8 A 10 DE JUNHO DE 2011


DIA 8 – Quarta-feira 

14:30 – Credenciamento 
19:00 – 
O INTERNACIONALISMO PROLETÁRIO E SEUS DESAFIOS. - Virgínia Fontes (UFF)

 
DIA 9 
– Quinta-feira 


08:30 – 
A ATUALIDADE DO TRABALHO NO MUNDO 
- Sergio Lessa (UFAL)
- Justino de Sousa Júnior (UFC) 

14:30 – Grupos de Trabalho
19:00 - 
MOVIMENTOS SOCIAIS E O INTERNACIONALISMO - Gilmar Mauro (MST) 


DIA 10 – Sexta-feira 

08:30 – 
A RELAÇÃO ENTRE O LOCAL E O INTERNACIONAL NA CONSTRUÇÃO DO SOCIALISMO - Celi Taffarel (UFBA)
- Diogo Valença (UFRB)
15:00 – 
ENCONTRO DOS GRUPOS DE ESTUDOS 
18:00 – Encerramento e festa

Maiores informações:

http://epmarx.blogspot.com/

Cine DH

Empresa de comércio Varejista contrata: Estagiária/Serviço Social

Requisitos:
- Cursando Superior em Serviço Social;
- Conhecimento de excel;
- Disponibilidade para trabalhos externos;
- Noções dos programas legais (Jovem Aprendiz e Inclusão de deficientes).

Atividades:
- Recrutamento, seleção e acompanhamento dos programas sociais (inclusão de pessoas com deficiência e jovem aprendiz);
- Controle e acompanhamento de afastados.

Local de Trabalho: Centro / RJ

Carga Horária: 30h semanais 
Bolsa: R$670,00
Oferecemos:  VT + refeição no local

Candidatas interessadas na oportunidade, favor encaminhar currículo no corpo do e-mail e pretensão salarial para: cintia@hortifruti.com.br

CREAS- Construindo Metodologia de Atendimento

“Construindo metodologia para o atendimento às vítimas e vitimizadores de direitos sociais”.
Objetivo:
Aprimorar a atuação dos profissionais que compõem a equipe do CREAS através da supervisão, capacitação, troca de experiência, da verbalização, da escuta na prática cotidiana.
Público Alvo: Coordenação, Equipe técnica e educadores sociais que atuam no CREAS.
Carga horária: 40 horas aula.
Investimento:
R$ 50,00 taxa de inscrição
À vista R$ 350,00
À prazo R$ 375,00 em 2x
Obs: CASO NÃO FECHE TURMA DEVOLVEMOS A TAXA DE INSCRIÇÃO NO VALOR INTEGRAL
Conheça nossa política de descontos!

Turma: Curitiba/PR
Datas início:01/06*
Turma: Ponta Grossa/ PR
Data: início: 20/05*
Turma: Maringá/PR
Data início: 27/05*
Turma: Cascavel/PR
Data início: 03/06*
Turma: Guarapuava/PR
Data início: 10/06*
Turma: Florianopolis/SC
Data início: 17/06*
Turma: Caçador/SC
Data início:24/06*
Turma: Joinville/SC
Data início: 01/07*
Mais informações:
site: www.cedeps.com.br
e-mail: cedeps@gmail.com
twitter: @cedeps
(41) 3527-8650

terça-feira, 17 de maio de 2011

O NÚCLEO DE CURSOS OFERECE A PARTIR DE JUNHO NO RIO DE JANEIRO: “QUESTÃO SOCIAL, CRIMINOLOGIA E DIREITOS HUMANOS”

OBJETIVO
Proporcionar contato teórico e prático com os fundamentos da questão social, da criminologia e dos direitos humanos, aplicados na produção de conhecimento científico.

METODOLOGIA
Aulas expositivas e dinâmicas de grupo.

PÚBLICO ALVO
Profissionais e estudantes universitários de: Direito, Serviço Social, Psicologia, Ciências Sociais e aos interessados no estudo da questão social, criminologia e direitos humanos.
 
INSTRUTORAS
 
Newvone Ferreira da Costa
Assistente Social do Sistema Prisional do Rio de Janeiro, professora de Serviço Social na UNISUAM, Mestre em Educação - Havana - Cuba, especialista em Direitos Humanos - Membro do Núcleo de Pesquisa em Criminologia e Direitos Humanos -NUESC/UFF.

Sandra Lima da Silva
Assistente Social, professora do Centro Universitário Augusto Motta (UNISUAM) e da Universidade Veiga de Almeida(UVA), Mestre em Serviço Social-PUC/RJ, coordenadora da Pós-graduação Serviço Social e o Trabalho com Famílias (UNISUAM).

PROGRAMA

MÓDULO I – Questão social (12 horas)
a) As condições sócio-históricas da consolidação da questão social;
b) Trabalho e a Sociabilidade Capitalista;
c) As particularidades da questão social na sociedade brasileira;
d) A mundialização da economia e a questão social;
e) A questão social no Brasil contemporâneo.

Módulo II – Criminologia (16 horas)
a)Evolução Histórica da Criminologia;
b)Do positivismo de C. Lombrosos ao pensamento crítico de Yang, Taylor e Walton;
c)Criminologia como ciência;
d)Criminologia contemporânea: delitos-deliquentes-vítima e controle social.

Módulo III – Direitos Humanos (12 horas)
a)Fundamentos dos Direitos Humanos;
b) O Homem como sujeito Histórico;
c) Evolução Histórica dos Direitos Humanos: Os direitos Civis, Sociais e Políticos;
d)Sistema da OEA, Sistema da ONU e Sistema da Comunidade Européia.

INFORMAÇÕES GERAIS
Módulo I - Carga horária: 12 horas.
Data do curso: 11/06, 18/06 e 02/07 de 2011.
Módulo II – Carga horária: 16 horas
Data do curso: 16/07, 23/07, 30/07 e 06/08 de 2011.
Módulo III – Carga horária: 12 horas
Data do curso: 13/08, 27/08, 03/09 de 2011.
Horário do curso: 9:00 às 12:00 horas.
Local do curso: Avenida Rio Branco, 257 – Sala 611 (esquina com Santa Luzia) - Cinelândia – Rio de Janeiro.

INVESTIMENTO
Módulo I – R$ 120,00 até 16/05, a partir de 17/05 – R$ 135,00.
Módulo II – R$ 160,00 até 16/06, a partir de 17/06 – R$ 175,00.
Módulo III – R$ 120,00 até 18/07, a partir de 19/07 – R$ 135,00.
INSCRIÇÕES
 
Ligue para o telefone (21) 3285-0184 / 2220-9133 (de segunda a sexta, das 10:00 às 17:00), ou envie um e-mail para: cursos@movimentoriocarioca.org.br (informando: nome, endereço, telefone de contato, e-mail, entidade onde atua e seu endereço, e como tomou conhecimento do curso), ou pelo link abaixo: www.movimentoriocarioca.org.br/inscricao.asp.

VAGAS LIMITADAS

FORMA DE PAGAMENTO
 
Uma única parcela a ser depositada na conta corrente 13000500-8 agência 4692 do Banco Santanderl. O recibo de pagamento deverá ser enviado para o fax (21) 2220-9133 ou para o e-mail: cursos@movimentoriocarioca.org.br com a identificação do depositante.

LEMBRETE IMPORTANTE
1. O Movimento Rio Carioca se reserva no direito de cancelar ou alterar a data marcada sempre que não atingir o número mínimo de alunos que viabilize a realização do curso ou oficina. Caso isto ocorra, a taxa de inscrição poderá ser devolvida.
2. Só será aceito o cancelamento de inscrições com 48 horas úteis de antecedência a data de início do curso


http://www.movimentoriocarioca.org.br/curso38.htm

quinta-feira, 5 de maio de 2011

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO- ESS


O Centro de Cidadania da Praia Vermelha
convida para:

Mesa Redonda “
Situações de Calamidades e a Intervenção do Serviço
Social”

Integrantes:
Ten. Sabrina Silva Zacaron –
Assistente Social da SDEE/Comando da
Aeronáutica

Cláudia Mara Barboza –
Assistente Social da Secretaria Mun.de Nova Friburgo

Coordenação:
Profª Drª Rosana Morgado

Organização
: Profª Drª Rosana Morgado e Profª Drª Ludimila Cavalcanti

Data:
25 de maio de 2011

Horário
: 18:30 horas

Local
: Auditório da Escola de Serviço Social

Local de inscrição: Coordenação de Estágio e Extensão

Período de 16/05/11 à 20/05/11

Horário: 09:00 às 18 horas.
Os inscritos receberão certificados

quarta-feira, 4 de maio de 2011

II ENCONTRO DO FÓRUM PERMANENTE SOBRE ACOLHIMENTO

O evento será realizado no dia 26 de maio, das 14h às 17h, no auditório do Fórum Regional de Santa Cruz, no Rio de Janeiro. O evento é promovido pela Vara Regional da Infância, da Juventude e do Idoso de Santa Cruz, sendo organizado por sua equipe técnica. O encontro é aberto a profissionais em atuação na área da infância e da juventude, em especial aqueles que atuam em instituições de acolhimento ou em acolhimento familiar, estudantes e demais interessados. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas no local. Será fornecido comprovante de participação. Informações através do e-mail selenemoraess@ig.com.br
 Via CRESS 486

Semana do Assistente Social universidade Veiga de Almeida

16/05/2011
Data: 16, 20 e 25 de maio de 2011
Local: Campi Tijuca e Cabo Frio

Tema Central: "O Direito à Cidade"

Programação

Campus Tijuca - Auditório
» 16 de maio | 18h30min
Cidadania LGBT: Violações Direitos
Palestrantes: Siro Darlan (Desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) e Cláudio Nascimento (Superintendente Estadual de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos).

» 20 de maio | 13h
Serviço Social e Atribuições Profissionais Frente ao Processo de Privatização.
Palestrantes: Maria Inês Bravo (FSS/UERJ) e Berenice Couto (PUC/RS).

Campus Cabo Frio - Auditório
» 25 de maio | 16h
Oficinas Temáticas: Cidade, Políticas e Participação
- Panorama da Saúde Pública na Região dos Lagos
- Estatuto da Cidade e Participação Social
- Planejamento e Orçamento Participativo na Cidade
- Psicologia Comunitária
- Gestão Ambiental
- Programas de Prevenção e Controle a Violência de Gênero e Sexual
Dinamizadores: Docentes do Curso de Graduação em Serviço Social da UVA - Cabo Frio

» 25 de maio | 19h
- Palestra Gestão Pública e a Questão Social na Cidade
- Palestra Desafios da Questão Urbana e Rural na Região dos Lagos
Vânia Dutra - Coordenadora do Curso de Graduação em Serviço Social da UVA - Cabo Frio
Jociane Souza da Silva - Coordenadora e Assistente Social da SMAS RJ


Endereço: Rua Ibituruna, 108 - Tijuca

terça-feira, 3 de maio de 2011

ALGUM PROBLEMA CONOSCO?

Qual é a razão para a escassez de profissionais 100% comprometidos com a Zona Oeste? Só ouço dizer que nada em Campo Grande dá certo, que nenhum curso vai adiante, blá, blá, blá... A mesma ladainha sempre! E a culpa é sempre só dos alunos! Será? Será mesmo? Será que são apenas os alunos os descomprometidos? Será que não há "profissionais" descansados o suficiente para se anularem de culpa? Será que esses mesmos "profissionais" estão respeitando pessoas que tem o interesse em continuar seus estudos mas não podem deslocar-se para outra região?
Campo Grande carrega o estigma de que nada dá certo, porém, se essa Pós-graduação existe hoje se dá pelo empenho, única e exclusivamente, de alunas persistentes e perseverantes que não se conformaram em ter que sair de seu bairro para cursar uma Pós-graduação em sua área! E claro, do Reitor da Instituição que encampou nossa iniciativa. Ponto! É claro que os professores que nos deram aula nesses 12 meses estão isentos de qualquer crítica, uma vez que, nos respeitaram como alunas de Pós-graduação da UNISUAM Unidade Campo Grande. Sem nenhuma distinção. Mas infelizmente nem todos se comportam da mesma forma... Seguiremos lutando e divulgando para a emergência da próxima turma! Algumas "profissionais" querendo ou não!

ABUSO SEXUAL CONTRA CRIANÇAS

100 horas
Autora e Professora: Ana Andrade da Silva
Inscrições Abertas
Início em 16 de Maio
Descrição
O curso tem como objetivo oferecer ao profissional de Educação, Psicologia, Serviço Social e Saúde, conhecimento sobre o fenômeno e como atuar profissionalmente diante dos casos de suspeita de Abuso Sexual contra crianças e adolescentes.
Público
Pedagogos, psicopedagogos, professores, educadores, coordenadores pedagógicos, diretores de escolas, estudantes de pedagogia e licenciaturas, estagiários na área de educação, profissionais da área de saúde, psicólogos, estudantes de psicologia, assistentes sociais, fonoaudiólogos, estudantes de fonoaudiologia, terapeutas ocupacionais, arteterapeutas, arte-educadores e demais profissionais interessados em aprimorar seus conhecimentos sobre o assunto.
Conteúdo Programático – 100 horas

Módulo I:
  • História da violência contra criança (desde o Brasil Império);
  • Violência – um problema de saúde pública;
  • Definindo violência.
Módulo II:
  • O que significa violência sexual (doméstica) contra crianças e adolescentes;
  • Quais são os pressupostos do fenômeno;
Módulo III:
  • As realidades do abuso sexual - o ciclo da violência;
  • Tipos de violência;
  • A violência fatal
  • A violência não fatal.
Módulo IV:
  • As raízes da violência sexual.
  • Como prevenir o abuso sexual contra crianças.
  • Como indentificar o abuso sexual contra crianças?
Módulo V:
  • Abuso Psicológico e emocional;
  • A mãe nos bastidores do abuso sexual;
  • Os vários tipos de relacionamentos incestuosos.
Módulo VI:
  • Compreendendo a família incestuosa;
  • O agressor sexual infantil situacional;
  • O agressor sexual infantil preferencial.
Módulo VII:
  • Pedofilia;
  • O incesto;
  • Síndrome de Munchausen – Os males fabricados.
Módulo VIII:
  • Linhas mestras para avaliação psicossocial de suspeita de abuso sexual em crianças;
  • As falsas alegações.
Módulo XIX:
  • Que abordagem profissional adotar?
  • O que não fazer ao entrevistar uma criança vítima de abuso sexual.
  • Perguntas a serem usadas ao entrevistar crianças com suspeitas de abuso sexual.
Módulo X:
  • Trabalho final;
  • Estudo de caso;
  • Filmografia – “Festa em família”.

O inscrito receberá uma apostila contendo todos os módulos e materiais após o encerramento do curso.

Autora e Professora

Ana Andrade – CRP05/21903
Psicóloga Clínica, Hipnoterapeuta, Analista de RH, O. Vocacional. Formada pela Faculdade Celso Lisboa; Pós-Graduação em Infância e Violência Doméstica pela Universidade de São Paulo; Pós-Graduação em Hipnose pelo Instituto Brasileiro de Hipnose – RJ (IBH); Pós-Graduação em Hipnose Ericksoniana (do Instituto Ericksoniano de Petrópolis) pela Santa Casa de Misericórdia – RJ; Em formação em Análise Transacional pela UNAT-BRASIL.

Carga Horária e Horário do curso
A carga horária estimada para esse curso é de 100 horas/aula, divididas entre estudos e interação online e pesquisas offline. O horário de estudos é estabelecido pelo próprio participante, de acordo com sua disponibilidade.

Requisitos Necessários
Ter certa disciplina e motivação (essenciais para estudar a distância).
Computador com acesso a internet. É necessário ao inscrito saber navegar pela internet, fazer download de arquivos e enviar e-mail. Temos também fóruns de discussão e chats dentro do curso onde estas ferramentas serão muito utilizadas.
Não há encontros presenciais, assim o curso permite que todos estudem em seus dias e horários mais convenientes.
Todos os inscritos terão acesso ao vídeo do Manual do Aluno, de fácil entendimento, para conhecer e utilizar todas as ferramentas disponíveis na plataforma de ensino a distância da GPEC.

Suporte Técnico
Disponibilizamos um suporte técnico por e-mail, telefone e por skype para auxiliar os inscritos na navegação.

Avaliação e Certificação
O curso possui uma série de atividades avaliativas propostas como:

1. Realização de atividades interativas de acompanhamento;
2. Reflexão das leituras complementares e vídeos indicados;
3. Atividades de auto-avaliação da unidade didática;
4. Participação nas listas e no fórum de discussão (A avaliação dessa participação será feita em função do conteúdo e da relevância das mensagens).
O resultado das avaliações será expresso em porcentagem, em escala de 0 a 100%. Os alunos que conquistarem 75% das metas do curso, obterão a certificação. Todas as atividades serão realizadas on-line.
Após conquistar 75% das metas do curso, o participante receberá por e-mail seu certificado digital, registrado internamente pela GPEC e enviado por e-mail. O participante poderá imprimir seu certificado na sua própria impressora. Neste certificado constará: nome do curso, nome do participante, carga horária, assinatura digitalizada do(a) professor(a) do curso, dados da GPEC (CNPJ, endereço), e o código de registro do certificado.
Caso o participante queira solicitar um certificado impresso, este será enviado por correio, mediante pagamento de uma taxa de impressão e postagem.
Este certificado será impresso em papel especial, terá todos os itens do certificado digital e mais outros itens como: conteúdo programático, carimbo da Gpec , selo de autenticidade e selo da ABED.
Os cursos online oferecidos pela Gpec estão classificados como cursos de atualização, aprimoramento, qualificação profissional e pessoal sob a perspectiva de Educação Continuada.
Os certificados tem validade para fins curriculares e em provas de títulos, respeitando a carga horária descrita.

Base legal: Lei de Cursos Livres, nº. 9394/96 art. 67 e 87, inciso III e Parecer nº. 64/2004 - CEDF.

Valor
Este curso possui um investimento total de R$ 120,00 (Cento e Vinte Reais)


Formas de Inscrição e Pagamento
Temos três opções de inscrição e pagamento:
1- Parcelado no cartão de crédito (Cartão VISA - MASTER, Dinners, Hipercard, Aura e American Express)
2- À vista através de pagamento on-line ou Boleto Bancário
O pagamento é realizado através do PagSeguro, que aceita cartões de crédito, débito automático em conta ou boleto bancário. Esse tipo de pagamento é totalmente seguro, garantido pela UOL.
Para se inscrever, acesse nosso site: www.gpeconline.com.br e localize o curso em nossa página.
Você encontrará um banner do Pag Seguro. Clique no banner : Pagar com Pag Seguro . Abrirá uma janela de formulário.
Após digitar o Cep, clique em ok, pois automaticamente aparecerá o seu endereço e as opções de pagamento para realizar a sua inscrição.
A sua inscrição será efetivada e você receberá por e-mail as instruções de acesso para ingressar na área deste curso.
Os seus dados serão mantidos em sigilo absoluto e não ficarão à disposição da Gpec, apenas da PagSeguro.
O pagamento realizado pelo PagSeguro é rápido, simples e super-seguro. Assim que efetuar o pagamento você receberá o comprovante da ordem de serviço por e-mail.
3 - Envio por e-mail de Boleto Bancário da Caixa Econômica em até duas vezes sem juros com seus dados para pagamento
(para esta opção, você deverá enviar por e-mail: Nome completo, Endereço completo, CEP e CPF).
Este boleto permite efetuar o pagamento em qualquer agência bancária e em casas lotéricas.
Qualquer dúvida ou maiores esclarecimentos envie um e-mail para: gpec@gpeconline.com.br
“ Pouco a pouco.....transformando a educação”
GPEC - GRUPO DE PRODUÇÃO EM EDUCAÇÃO & CULTURA LTDA
Tel. 11 - 3782-0635 – 7040 -4042
São Paulo - SP
www.gpeconline.com.br